sexta-feira, setembro 21, 2012

Digam-me lá!

Se tiver mesmo de ser, para conseguir traçar uma opinião, se tiver de ler "As Cinquenta Sombras de Grey", é melhor fazê-lo em inglês? Alguém já o fez?

13 comentários:

Cat disse...

Li em português. Aquilo é tão "light", para não dizer de outra forma, que qualquer erro de tradução se torna quase irrelevante. Digo eu.

Vanita disse...

Não era tanto pelos erros, mas pela linguagem. Pelo que tenho lido, é tão básica que chega a ser desgastante...

Cat disse...

Básica é, agora desgastante, não achei. Li o livro em dois dias.

Poetic GIRL disse...

Eu sou suspeita, geralmente prefiro sempre a versão em inglês, por uma questão de preço e também pela edição ser mais "pocket size"!

beijocas

Tempus disse...

Pessoalmente gosto de ler literatura estrangeira na lingua materna - ou seja, autor inglês vou ler em inglês. Assim dificilmente perco algo na tradução. Algo tão "erotico" como o 50shades of grey pode ter sido "sensurado" na tradução para o portuguÊs - sensurado mesmo que inocentemente .. como em vez de se dizer "puta" trocar por "meretriz". Não sei se é o caso deste livro claro .

Carolina disse...

Lê em inglês. Há expressões chave que se perdem em português z)

Vanita disse...

Já leste, Carol? :))

Inês disse...

Lê antes a crítica do Rogério Casanova na revista Ler. Chorei a rir :D
"o meu subconsciente franziu o sobrolho" ahahahahah

Vanita disse...

Vou procurar! Mas, sabes, odeio não ter opinião. Toda a gente sabe do que fala e eu à nora :)

Inês disse...

Eu também ando curiosa, também quero poder falar mal. Mas, por outro lado, não me apetece roubar tempo a outros livros para ler este. Em relação à tua pergunta, eu se decidir ler vou fazê-lo em inglês.

Carolina disse...

Já li parte, sim... e acho que para quem percebe bem inglês, mais vale :)

Trincando a Lua disse...

estou a pensar ler...vou tentar adquirir o dito ainda esta semana, mas acho que prefiro ler em português!!!

Cat disse...

Olha, acabei de ler o segundo e mudei de opinião: lê em inglês. A tradução do segunto é de tal forma má que estou a pensar escrever um mail à editora.