sexta-feira, abril 05, 2013

A bem da verdade, passaram sete anos!

Eu não sabia, não podia saber, mas naquele dia fui salva. Quando a cólica me deitou ao chão em plena redacção, deu-se início a uma mudança que ainda não está completamente instalada. Hoje não sou a miúda cheia de certezas e convicções de então. Hoje não sei quem sou, sei apenas que sou diferente e, tenho quase a certeza, também sou melhor. Mudei, mudei muito. Mas penso que não temos alternativa quando somos diagnosticados com uma doença tão cruel, mesmo quando se tem a sorte de não passar disso. De um diagnóstico que todos os exames e consultas negam ao longo dos anos. E é isso que é impressionante. Os anos. Anos traduzem passagem de tempo, que é tudo o que nos é tirado quando ouvimos aquela palavra da boca de um médico. Sei que, por isso, sou afortunada. Por muito de mal que aconteça, tento não me esquecer. São sete anos. Sete anos de vida.

4 comentários:

Estrelinha disse...

Eu já comemoro 12 de uma luta(que suponho seja semelhante).
Temos sempre algo a que nos agarrar, a vida!

Babi disse...

Sendo assim ainda bem que já se passaram sete anos...venham mais sete!
Babi

Jovem $0nhador@ disse...

Força nessa luta!

Lwsinha Mc disse...

Espero que estejas a celebrar as inumeras vitórias nesses 7 anos. Força nessa jornada de novas experiências.