segunda-feira, outubro 15, 2012

Ao estado a que chegámos

Não temos o lápis azul mas não precisamos dele para nada. À velocidade a que fecham publicações em Portugal, não há liberdade de imprensa que resista. São novos tempos, estes que vivemos.

2 comentários:

marisa v disse...

Fecham publicações e fecha tudo. Não há nada que resista a este país e tanta austeridade.

Anónimo disse...

:-(

tia a.