quarta-feira, agosto 01, 2012

Servidão Humana #3

"Era uma das bizarrias da vida que se pudesse ver uma pessoa todos os dias durante meses e ser-se tão íntimo que nem se pudesse imaginar a existência sem essa pessoa; depois dava-se a separação e tudo continuava do mesmo modo, e o companheiro que parecera essencial revelava-se desnecessário. A vida continuava e nem sequer se sentia a sua falta."