domingo, julho 08, 2012

O Deus das Pequenas Coisas

Estranho livro este, que tanto se ama como se odeia. Apesar da crítica, quase unânime, que o enaltece, dificilmente o recomendaria de ânimo leve. É um livro difícil de ler, com uma história que raramente nos agarra com empatia. A autora abusa das figuras de estilo, rasando a loucura a anulando a beleza literária com que supostamente um texto bem trabalhado nos conquista. O que começa por me entusiasmar acaba por me enfadar, diminuindo o potencial de uma história que tinha tudo para ser brilhante.

5 comentários:

Inês disse...

Também não acho que seja um livro que se recomende de ânimo leve. Quando o li adorei, hoje não sei se gostaria da mesma maneira. Não foi a história que me prendeu mas a forma como está escrita, parece um poema dentro de um livro. E, para mim, tem uma das melhores lições de vida de sempre.

Su disse...

Li este livro há uns bons 10 anos e se já tinha uma ideia muito própria da India, este livro só veio piorar as coisas...

Naná disse...

Confesso que também não estaria na minha lista de recomendações literárias...

buttafly disse...

I knew it...

;)

Vanita disse...

:)