terça-feira, julho 31, 2012

A minha mãe comprou o Borda D'Água

E sinto-me na obrigação de vos avisar para as catástrofes que nos aguardam em 2013. Atentem:

- "... em 2013 as tempestades e os naufrágios serão uma constante levando assim a muitos e devastadores infortúnios. Em terra a abundância será rara. Os cereais serão escassos, o azeite e o vinho serão pouco abundantes". Esta do vinho não calha nada bem...

- "Nas pessoas é previsível um aumento de doenças e mortes, sobretudo no sexo feminino. Seremos surpreendidos por mortes repentinas de pessoas com bastante influência e notoriedade na vida pública do país". Wow, será o caso de avisar alguns dos nossos políticos?

- "Os que nascerem sob o domínio de Marte serão inimigos da paz e cheios de ira, vivendo sem piedade, mentindo e enganando, pelo que se exige particular atenção a seus educadores, pois são crianças difíceis de educar mas também um desafio para a própria sociedade. A sua fisionomia será de rosto grande e com bastante sinais, pouco cabelo, olhar espantado, pescoço comprido, nariz grande e largo, dentes largos e afastados, poucas barbas no sexo masculino [!], pés largos e grandes, estas algumas das características previstas para os que irão nascer durante o ano de 2013". Será o anti-Cristo? Gezz...

5 comentários:

Tempus disse...

Não sei bem o que acabei de ler...
Isso é algum livro de astrologia? :D

Vanita disse...

O Borda D'Água é uma instituição. Muito útil para os agricultores em tempos de que já não há memória. É um pequeno panfleto que se vende todos os anos, com dicas sobre o que se deve ou não plantar em cada mês :)

Pat disse...

realmente parece que falam de um anti-cristo sim...credo...tinha planos de engravidar...vou desafiar a sabedoria do velhinho borda d'água!!!

That Girl disse...

Despois de ver que pró ano vêm por aí os anti cristo desisti de querer ter um filho :S
By the way, alguém deveria dizer aos Maias que já saiu o Borda D'Água de 2013 xD

Vanita disse...

Oh meninas, não desistam de ter os vossos bebés! Isso do anti-Cristo foi um comentário parvo que fiz perante o cenário que eles escrevem. Mas nem o mundo vai acabar em Dezembro, nem as crianças vão ser mais cabeludas que o normal ;)