terça-feira, maio 01, 2012

Isto preocupa-me

Um país onde uma cadeia de supermercados pode - sabe-se lá com que propósitos! - baixar os preços para metade e, com isso, movimentar vários actos de desespero - fruto de medidas que sabemos de onde vêm! - de pessoas que vêem nisso uma solução para o buraco em que estão metidas. Os primeiros a brincar com a desgraça consentida e aprovada dos segundos. Foi a isto que chegámos? Será suficiente para percebermos onde este caminho nos leva? Ou ainda podemos continuar a fechar os olhos por mais uns tempinhos?

9 comentários:

Heriwen disse...

Também escrevi sobre isso. Uma vergonha, quer a empresa quer o povo.

Tempus disse...

O que me preocupa é o povo ter ido comprar comida. Arroz, massas, óleos, comida que não se estraga com tempo, fraldas de criança, papas de criança, etc.. Coisas que poderão durar meses por metade do preço. Imaginem o dinheiro que familias não pouparam.

Temos de ver é o panorama melhor. O que as pessoas não são capazes de fazer para comer.

Temos de deixar a politica de lado. Se o povo tivesse ido comprar electrodomesticos, brinquedos...mas foram comprar comida, coisas para a casa..do dia a dia. Pensem nisso

Vanita disse...

É exatamente isso que vejo. Mas tenho a certeza que, há dois anos, uma promoção destas não roubava as pessoas às praias e ao seu feriado. São bens essenciais e há muita gente a quem já falta dinheiro para encher a despensa. É isso que é preocupante. Estamos a falar a mesma língua, mas isso está intrinsecamente ligado à política.

Tempus disse...

se fosse em um dia da semana iria roubar o dia de trabalho. Achas que as pessoas poderiam dirigir-se ao hipermercado em um dia da semana normal?.. ou sábado há quem trabalho. Um DOmingo é igual a um feriado - um dia de descanso. Então em que dia seria?

Unica coisa passivel de ser discutida é se, eles podem fazer 50% em TUDO hoje sem prejuizo, então porque não baixam os preços?
Essa sim é a pergunta certa

Vanita disse...

Concordo contigo, em absoluto. E assusta-me estarmos em crise, entregues à benevolência dos grupos económicos que, infelizmente, dominam o nosso dia-a-dia. É isto, a luz, o gás, a água...

Tempus disse...

nós é que nos colocamos nesta situação (nós como sociedade).

E ouvir muitos do povo dizer que se estivessem no lugar deles faziam o mesmo só me deixa um pensamento na cabeça.. temos o que merecemos.

Tempus disse...

Já agora, como é primeira vez que escrevo aqui :) parabéns pelo blog :)

Vanita disse...

Obrigada pela troca de ideias. Gostei disto. Volta sempre que quiseres :)

Back Door Man disse...

Vanita, percebe-se que as pessoas tenham aproveitado a "promoção". São tempos difíceis. Alguns, se calhar, só assim conseguem comer mais e melhor.

A mim nada disto me chocou. Nem a forma animalesca como se comportaram as pessoas. Só quem nunca foi às promoções de natal (nos brinquedos) do Continente não estaria à espera deste tipo de reacção. Somos, enquanto povo, uma merda. Esta é que é esta.