quarta-feira, abril 11, 2012

Raciocínio instantâneo

Lê-se algo absurdo sobre gays e não se consegue ver para além disso. Por mal escolhidas que estejam as palavras, que estão, é constrangedor perceber que não se consegue sair do óbvio e perceber a mensagem que se pretende transmitir. Não se consegue ou não se quer. Porque isto de raciocinar também é uma opção e, por vezes, é mais fácil a indignação.

10 comentários:

Inês disse...

Engraçado que pensei exactamente a mesma coisa. Todo aquele texto é um absurdo e está cheio de preconceitos e ignorância, mas eu percebi o que o homem quis dizer.

Alexandre disse...

Impressionante esse texto. O sr teria feito melhor figura se contasse como, quando e porque dobra as cuecas.

teenage riot disse...

Acho que muita gente consegue ler para além do disparate, mas a tese da rebelião é em si mesma outro grande disparate. Além disso todas aquelas palavras estão desprovidas de sensibilidade. O senhor não acredita que haja outras maneiras de sentir e de viver sem ser as que ele próprio experiencia, então ridiculariza-as e arranja-lhes este tipo de desculpas.

Vanita disse...

E não é isso que fazem todos os colunistas, sem qualquer excepção?

Back Door Man disse...

Eu não li o que "aquele-que-não-conheço-de-lado-algum-mas-que-devo-ser-a-única-pessoa-em-Portugal-a-quem-isso-acontece" escreveu. Só a "resposta". E por acaso gostei.

Em tudo o resto concordo contigo. O carneirismo faz parte do nosso ADN, né?? nada de mais, portanto.

Back Door Man disse...

Não me diga que o meu beijo lhe deixou uma marca assim tão grande?? Já sabia?? Essa agora.... ;)

Vanita disse...

Sou muito perspicaz. E, devo confessar, já andava ralada com a sua ausência :)

Bem vindo de volta :)

Cristina disse...

Estou com o Alexandre...

Vanita disse...

Back Door Man, sim, a resposta é de se lhe tirar o chapéu. Também gostei de ler. Mas lá está, carneirismo faz-me sempre confusão.

Back Door Man disse...

Eu sou daqueles que nunca hão-de morrer Vanita! Obrigado por me receber sempre tão bem!!! ;)

(A ti e a mim. Sempre preferi ser o pastor.... )