sexta-feira, agosto 12, 2011

Mulata

Incomoda os anónimos deste país que eu seja uma pessoa de cor, jornalista e má profissional já que metade dos meus posts não são perceptíveis e pouco se sabe do que se passa em Portugal através da informação que forneço. A mim incomoda-me o poder de investigação desta gente que se esconde atrás de nomes tão originais como Anne Onime. How sweet? Cérebros desprovidos de neurónios que procuram conhecimento em blogs pessoais.O racismo e essa coisa de mandar "para a tua terra" também me dói. Gentalha!

Pequeno esclarecimento: o que alguns pensam nem sempre é verdade!

7 comentários:

Eu disse...

Desculpa lá colocar uma asneira no teu blog, mas c@g@ nisso e faz simplesmente delete.
Um dia hão de se cansar.

anouc disse...

Vá... não sejas assim. Há que dar um desconto aos atrasados mentais.

Vanita disse...

Além de estarem redondamente enganados em tudo o que "sabem" sobre mim, são pessoas de má índole. É triste.

Pepita disse...

Vanita,

Se há coisa que as pessoas não podem esperar quando visitam um blogue, é que vão ficar encarceradas nele, como se o autor ou outro alguém, os prendesse ali. É tão fácil sairem quando não gostam; se sabiam onde era a porta de entrada, também sabem onde é a saída: é exactamente a mesma!

Não percebo porque se hão-de as pessoas andar a insultar umas às outras, quando não gostam desta ou daquela pessoa, ou neste caso do que escrevem.

Sinceramente, "conheço-te" há algum tempo (mais de três anos), e a única coisa que depreendi é que poderias, eventualmente, ser jornalista. E o que contribui isso para te vir ler ou não? nem sequer me interessa a cor da tua pele ou a dos teus olhos, ou se és alta ou baixa, gorda ou magérrima. Quando se gosta, há lá "pudores" (para não chamar outra coisa) deste género?

Os nossos momentos não são notícia em jornais ou revistas; não os redigimos da mesma forma que escrevemos um qualquer facto de interesse nacional. Fazemos à nossa maneira, como uma notícia não deve ser: com os nossos sentimentos, as nossas vivências.

Alguém me explica muito bem, porque as pessoas deixam comentários inconvenientes e escarafuncham a vida dos outros à espera de escontrar algo que julgam ser transcendente? procuram falsos motivos para insultar.

Os blogues passaram a ter muita gente com a mania de caça-fantasmas...em locais onde não os há

Beijinho e sigamos para a frente.

Vanita disse...

Olá Pepita,

Dizes exatamente o que penso mas que não me quis dar ao trabalho de explicar. Nunca falei na minha profissão, de propósito. Quanto muito, eventualmente, terei deixado no ar qualquer coisa no ar a determinada altura da minha vida, mas nunca pretendi, de forma alguma misturar profissão com vida pessoal. Porque aqui sou livre, sou eu, a Vanita, e ninguém mais. Também nunca falei na minha cor de pele ou em qualquer característica física minha porque, isso então, me parece do mais absurdo que pode haver. Será que por ser minorca ou loira de olhos verdes, sou diferente? Não, não sou mulata, mas deixa-me louca pensar que, sendo, isso seria motivo de segregação. É tão lamentável que não consegui ignorar.

Obrigada pelo teu apoio. É para ti e pessoas como tu que por aqui ando. Porque nos entendemos, sem precisar de dizer nada.

Beijinho

Malae disse...

A estupidez que anda por este mundo assusta-me!

Beijinhooooo*

Lwsinha Mc disse...

Vanita,
Como a Pepita disse, e bem, quem aprecia essa parte de ti que aqui partilhas não está nem aí pelos minusculos detalhes que te possam ser privados ou, de certa forma, públicos como a tua profissão. Continua a fazer com que quem aprecia o teu trabalho aqui e fora daqui sigam o que (n)os atraiu a ti desse o inicio. O resto põe-nos num saco de papel e deixai-os secar como as folhas do autono que está pra aí a chegar. Ao menos guardarás a beleza colórica atraente das folhas; o mesmo não se pode dizer de quem dá importância a futilidades.