quarta-feira, janeiro 20, 2010

A revolta

E aos 31 anos aprendo que a maldade é intrínseca ao ser humano. Que, mesmo nas piores condições possíveis, o Homem é capaz de se superar. Pela negativa. Que a revolta pode ser um sentimento mau e contagioso que, em vez de nos levar mais longe, nos trava e afunda num lodo muito pantanoso. E aos 31 anos aprendo uma nova lição.

14 comentários:

Rapunzel disse...

E mesmo com 31 anos parece que nunca estamos vacinadas contra essas situações...

Debor@h disse...

É, a gente se decepciona muitas vezes ao longa da vida, faz parte do aprendizado mas que dói, isso dói. Também estou decepcionada e desiludida. O ser humano é muito DEShumano.

Poetic GIRL disse...

Ultimamemente também eu tenho aprendido duras lições talvez não estivesse preparada para as aprender desta forma, mas a verdade que dificilmente esquecerei as lições... bjs

Aninhas disse...

Estamos sempre a aprender lições... Sempre!

Essa lição já tinha aprendido. Que há pessoas que nascem más, intrisecamente más e que só se sentem felizes se os outros estiverem infelizes...

Bjx

Olhos Dourados disse...

Infelizmente ainda há assim pessoas.

Gosto... disse...

31 anos de olhos fechados? :S

BEIJOOOOOOOOOOOO

Vanita disse...

É um bocadinho triste, não é?

Tana disse...

Estamos a prender constantemente... até irrita, algumas vezes! :)
beijinhos!

E. disse...

E nao aprendemos coisas novas todos os dias?

Gosto... disse...

Não vês telejornais, não lês jornais e não te dás com pessoas...só isto pode explicar... :D

Vanita disse...

LOL

Quem sou?!... disse...

È triste não é? A verdade é que aos 31 ou até mais velhas nunca estamos preparadas para tal! ;)

Ana disse...

Sempre a aprender... neste caso em particular, infelizmente, mas...

Cate disse...

Há pessoas horrivelmente más. E nunca estamos preparados para isso.