quarta-feira, novembro 04, 2009

Também sofro deste mal...

"Nisso, quando guardam para sempre um instante que nunca se repetirá, as fotografias não mentem - esse instante existiu mesmo. Porém, a mentira consiste em pensar que esse instante é eterno, que dois amantes felizes e abraçados numa fotografia ficam para sempre felizes e abraçados. É por isso que não gosto de olhar para fotografias antigas: se alguma coisa elas reflectem, não é a felicidade, mas sim a traição - quando mais não seja, a traição do tempo, a traição daquele mesmo instante em que ali ficámos aprisionados no tempo. Suspensos e felizes, como se a felicidade se pudesse suspender carregando no botão 'pausa' no filme da vida"

"No teu Deserto", Miguel Sousa Tavares

[E lembro-me da última foto que os meus avós tiraram juntos, comigo lá atrás, com 11 anos, a espreitar pela janela do meu quarto. Não apareço, mas sei que estou lá. E eles, eles ainda estão vivos e felizes. Assim como de todas as fotos de outros tempos. A nostalgia que trazem é sempre difícil de digerir...]

6 comentários:

chocolanja disse...

Por isso é que era bom que fosse como no Harry Potter;P Mas sim, concordo plenamente e sofro do mesmo mal...

Minhoca disse...

Mas uma foto de um momento feliz acaba sempre por nos trazer não so a nostalgia m,as tb um sorriso, pelo menos a mim faz sorrir lembrar aquele momento :)

Dany Days disse...

As fotos têm destas coisas. Trazem recordações boas, mas também apertos no coração...

Beijinho

winkle disse...

por vezes sinto o tempo a fugir... e uma sensação de "deja-vu inversa", ou seja quando tiro uma fotografia , tenho aquele sentimento que passado um instante já faz parte do passado!

Uma Coral chamada Petra disse...

Acabei de o ler. É delicioso.

bjs

Susaninha disse...

Sou apaixonada por fotos, acho que tem alma de japonesa..estou sempre a fazer click,precisamente por causa dos MOMENTOS ETERNOS:)
SUUUUUUUUrrisinhos:)