terça-feira, novembro 11, 2008

"Eu não acredito no amor"

Ainda as tentei agarrar mas, quando me apercebi, elas já tinham saído da minha boca. Com esta forma. Palavras frias que deixei escapar de forma tão imprevista como espontânea. Só depois me apercebi do peso. É muito grave quando deixamos de acreditar?

12 comentários:

pepita chocolate disse...

Acho que é grave...
Quando se deixa de acreditar no amor, deixa de se acreditar e tudo. na essência da vida, nos outros, em nós mesmos!

Mr.T disse...

Isso é só até encontrares o verdadeiro amor! Ele está aí ao virar da esquina...

IandU disse...

Sabes, já pensei que fosse grave, agora tenho a dúvida se é ou não!

Senão estou enganado o Amor que te referes é para um parceiro para a vida. Esse não é agradável pois socialmente é normal termos alguém para partilhar o resto dos dias.

Mas continuas a sentir o Amor por os familiares que é assim que compenso o falta de um outro Amor*

inesinho disse...

Não, é prudente. :) E depois, quando menos se espera, já estás a acreditar e nem te apercebeste.

Sadeek disse...

É capaz de ser, sim... :S

BEIJOOOOOOOOOOOOOOO

M disse...

Claro que acreditas, tu é que pensas que não!

Sávio Fernandes disse...

Acho que já disseram quase tudo.
Eu digo que tu és inteligente, simpática e gira [P.O.]. Como tal, voltares a acreditar é apenas uma questão de tempo. (;
Bjs XL.

Rapunzel disse...

Não sei se é grave...mas por aqui também não se acredita...

aoutrarua@gmail.com disse...

Sempre disse que acreditava no amor, mas não para mim... E vivi-o. No amor para toda a vida... Isso já não sei.

tia a. disse...

palavras leva-as o vento - e estamos no Inverno, não estamos?...

Rui disse...

"Love is a many splendored thing,
Love lifts us up where we belong,
All you need is love!"

Talvez em filmes. Ou talvez estejamos destinados a curtas-metragens ao longo da vida.

Sandy disse...

Se for também estou lixada!