quinta-feira, outubro 16, 2008

Porquê?

Às vezes apetece-me perguntar-te porquê? Sem mágoas, sem pressões. Uma pergunta simples para entender. Porquê é que decidiste entrar na minha vida como fizeste? Porque é que a amizade deixou de ser suficiente? Às vezes apetece-me ouvir a resposta. Entender o que se passou. Saber porquê a mim, porquê eu? Para perceber. Só. Se calhar nem tu sabes. Mas às vezes apetece-me saber.

2 comentários:

pepita chocolate disse...

Onde é que eu já vi(vi) uma coisa semelhante?

às vezes entram-nos pela vida dentro como um furacão; a vida fica em frangalhos e depois juntam-se os estilhaços e tentam apagar-se as recordações...
E só queremos esquecer... ou não queremos lembrar...talvez o tempo... o tempo o dirá!

Trintão disse...

estamos os 2 na idade dos porquês!