segunda-feira, janeiro 28, 2008

E é isto...

O que dizer? As imagens são lindas mas esperava tão mais deste filme. É o que dá ter expectativas em alta. Sai-se da sala de cinema com a sensação de que não foi suficente. Não foi mesmo. Desculpem-me os fãs, já vi que há imensos por aí, mas a mim não me encheu as medidas. Não está mau, mas não me me marcou.

3 comentários:

Mikitas disse...

Eu tenho, em casa, uma coisa que me encheu muito bem a medida... a medida da paciência. Chama-se inundação, tem origem na máquina de lavar roupa avariada e aconteceu na minha marquise. Quando? Ontem à tarde e prolongou-se pela noite... Querem melhor programa para um Domingo do que este?

Vanita disse...

As tarefas domésticas sempre a atrapalhar... :)

sónia, a "loira" disse...

pois é! a tua companhia de cinema achou a mesma coisa. faltou história ao filme cuja fotografia é bem capaz de arrecadar o prémio da academia para melhor imagem. Também gostei da banda sonora. O bater das máquina de escrever a dar o mote às emoções está muito bem conseguido. Para mim é um sério candidato a esta categoria. O problema é que o Eddie Vedder fez a banda sonora para o "Into the Wild".