quinta-feira, outubro 11, 2007

Perfect Day

Muito obrigada pelo dia maravilhoso que me proporcionaram! Sei que já vai tarde - os tempos andam assim e avizinham-se piores de futuro - mas o meu dia de anos foi realmente perfeito. Cada um vocês, provavelmente alguns nem o sabem, ocupa um lugar especial na minha vida. Algo me diz, é uma pequena desconfiança, que a coisa é mútua. Mas, deixando-me de lamechices, que não sou muito fã dessas coisas, adorei as flores no trabalho, emocionei-me com surpresas inesperadas e amei terminar a noite ao som de uma "serenata" especial para mim. Ok, não era bem uma serenata, era mesmo música ao vivo num bar cheio de gente que sabe muito melhor. E foi de improviso, ou não que isso também não interessa nada. Foi muito bom. Mais uma vez, obrigada por existirem e por me deixarem fazer parte das vossas vidas. Por enriquecerem tanto a minha!

5 comentários:

Sapinho disse...

Opinar sem restrições sobre gentes que não se conhecem ao vivo será sempre para mim um risco pouco calculado, mas...

Pessoas que assumem abertamente "gostar muito das outras pessoas" dividem-me sempre entre tolas ou cínicas, pois mais ninguém pode, com uma cara séria, olhar à volta e escamotear com morais a pequenez da humanidade que somos.

Mas como, por falta de provas/factos, não me pareces ser uma ou outra, vou muuuuito excepcionalmente considerar a hipótese de que tens razão, e sentir-me feliz por ti.

Duplos parabéns então, se for o caso!

Vanita disse...

"Amigo" Sapinho, muito obrigada pela excepção. É mais que justa :)

Eu concordo contigo, quem diz que gosta de toda a gente ou é tolo ou não é boa gente. Mas leste mal! Eu gostei do meu dia de anos e das pessoas especiais da minha vida que me fizeram ainda mais feliz.

Não te esqueças que passei uma experiência traumatizante nos últimos tempos, o que me faz dar mais valor a quem tenho à minha volta. Também não gosto de lamechices e sim, também não vou à bola com toda a gente. Mas quem me conhece sabe bem isso. Não sou muito adepta de falsos sorrisos, isso não é comigo.

Ainda vais perceber isso :)

Micaela disse...

Ohhh, que pena já não estar no momento da serenata. Espero que tenha sido aquele rapazito guapo, a quem explicaste onde são os bares do Bairro, a faze-la... E ele era louro, imagina se não fosse!!!
Mil beijos e muitos aniversários

fava rica disse...

Olha lá! Não estive nesse em particular mas, como sabes, estou, incondicionalmente, nos outros 364/5!!!

Vanita disse...

Estás sim senhora :) Eu estou aqui para o confirmar! És uma grande, grande amiga, muito especial :)